quarta-feira, 9 de abril de 2014

Se liga pra te informar...

Como diria o chef Allan Vila Espejo... 

Toxoplasmose: a culpa não é do gato!

A toxoplasmose é uma doença causada por um protozoário chamado de Toxoplasma gondii. Popularmente, ela é conhecida como "doença do gato". Esse nome foi dado porque o felino, sendo ele doméstico ou não, é o hospedeiro definitivo (que libera o parasito no ambiente). Ou seja, para completar o ciclo, esse protozoário passa por um gato ou outro felino. Porém, o que a maioria das pessoas desconhece é que não é através do contato direto com um bichinho que um humano contrai a doença. A culpa não é do gato! 
Para entender melhor, é importante saber que nem todos os felinos possuem esse protozoário. A grande maioria dos gatos domésticos não o tem. O Toxoplasma gondii está espalhado pelo mundo todo e a maioria das pessoas entra em contato com ele através da ingestão de carne crua, de verdura mal lavada ou água contaminada. É aquele seu churrasco com carne mal passada, por exemplo, pode ser o verdadeiro transmissor da toxoplasmose. 

Como pegar a toxoplasmose?
Os animais contaminados eliminam cistos nas fezes. Esses cistos vão para o solo e podem contaminar as verduras, por exemplo. A pessoa faz a salada, não higieniza o alimento direito e ingere-o. Nem todas as pessoas desenvolvem sintomas. Muitas são apenas portadoras do toxoplasma e nem sabem disso!
No geral, pode-se contrair o protozoário através de:
  • Carne mal passada ou crua que esteja contaminada;
  • Verdura contaminada e mal lavada;
  • Leite cru: aquele leite que não é industrializado e nem fervido;
  • Queijo feito com leite cru que esteja contaminado;
  • Transplacentária: da mãe portadora do protozoário para o bebê;
  • Comendo fezes de felino que esteja contaminada: ingestão acidental de fezes de um animal que possua o cisto esporulado. Para isso, é necessário que as fezes fiquem no ambiente por diversas horas ou dias e depois seja ingerida.
Cuidados para evitar a doença
  • Tenha o mínimo de higiene no seu dia a dia. Lave bem as mãos antes de preparar alimentos;
  • Lave as verduras, frutas e legumes antes de consumir ou servir;
  • Não coma carne crua ou mal passada;
  • Não beba leite cru. Os vendidos nos supermercados são pasteurizados e podem ser bebidos sem ferver;
  • Não coma fezes de gato e não deixe as crianças comerem, principalmente os menores que muitas fezes brincam na terra e colocam a mão na boca se lavar;
  • Mantenha a bandeja de areia do seu gatinho de estimação sempre limpinha e lave as mãos depois de limpá-la. Se possível, use luvas na hora de lavar a bandeja;
Como evitar que os gatinhos se contaminem:
  • Alimente seu gato com boa ração: isso ajudará a evitar que ele ingira caça e possa se contaminar;
  • Não dê carne crua para o seu gatinho: a carne pode estar contaminada e passar para o seu felino;
  • É muito raro um felino que tenha o protozoário, apresentar algum sinal clínico, devido às características do ciclo. Leve o seu gatinho frequentemente ao médico veterinário para ser examinado e tirar todas as dúvidas.
É muito importante saber que:
  • Pode fazer carinho à vontade nos gatinhos. Não há risco;
  • Não abandone seu bichinho por causa da doença. Ele não tem culpa da carne contaminada que você come no seu churrasco! Cuide bem dele e dê muito carinho. Ele depende de você;
  • Para pegar a toxoplasmose você precisa comer coco ou ingerir alimento contaminado, ou seja, tenha o mínimo de higiene para evitar a doença. Não culpe o gato!
  • Não existe vacina contra a toxoplasmose;
  • Está grávida e está com medo? Continue sem comer coco de gato e cuidando da higiene e dos alimentos, que tudo dará certo! Não se esqueça de fazer o pré-natal.
 Fonte: yahoo